Uma adolescente de 13 anos – residente no distrito de São Manoel do Guaraçu/Dona Euzébia – foi levada por dois homens (um de 22 D.S. e outro de 27 J.M.) à zona rural de Astolfo Dutra, conhecido como “Açude da Usina”. Lá, em pose dos autores e trancada dentro do carro, a jovem teve suas roupas arrancadas a força e seu corpo foi acariciado em partes intimas.

Segundo ocorrência, a vítima chorava e pedia a todo momento que a liberta-se ou deixa-se ir embora – porem a recusa dos autores foi seguida por uma ameaça de morte, caso a menor conta-se para alguém o ocorrido.

Depois de algum tempo, os autores saíram do local com destino a Leopoldina e ao passar pela estrada do distrito de São Manoel do Guaiaçu, a jovem tentou pular do carro em andamento, porem o autor J.M. percebeu a ação e acelerou o carro, impedindo o êxito da fuga. Entretanto, em frente ao posto da polícia rodoviária ela conseguiu saltar do veiculo, pela necessidade de diminuir a velocidade do veiculo por causa dos quebra-molas e também da fiscalização da polícia.

A Polícia Militar de Astolfo Dutra foi acionada pela PRF de Dona Euzébia e informada sobre o ocorrido. Prontamente o Sargento Antônio e o Cabo Rodney atenderam o chamado e  foram a caminho da ocorrência.

Ao chegar no local, os autores J.M. e D.S. já tinham se evadido, mas após diligências policiais foram localizados em suas residências onde receberam doz de prisão em flagrante. Ambos foram conduzidos para avaliação médica e ao final apresentados à polícia judiciária de Cataguases onde tiveram ratificados suas prisões.

A vítima sofreu lesões em seu pé direito e foi encaminhada ao posto médico para atendimento.

Fonte: Polícia Militar de Astolfo Dutra

Deixe seu comentário