O Brasil vive uma das piores – senão a pior – fase política de toda sua história. Essa fase não foi construida agora; ela já vem se formando a décadas pelos representantes que elegemos ao longo de todo esse tempo.

Hoje o Brasil chora por causa de seu povo, tão amordaçado em políticos de direita, de esquerda, de centro, mas que nunca pensa no bem da população – sem generalizar, são poucos “gatos pingados” decentes – Quando tudo isso se tornou público, vemos pessoas comemorando como fosse final de campeonato.. Mas não percebem o tamanho desse estrago. Somos nós – todos nós – que estamos sendo prejudicado. Eu e você, nos todos precisamos do governo, do estado, do município. Onde seu filho estuda? Quando passa mau, procura qual hospital? Quando sua rua está suja ou precisando de reformas, procura quem? Aonde? – Se liga.. todos nós dependemos dos políticos. São deles que vamos cobrar quando as leis não estiverem sendo cumpridas.

O escândalo que veio a tona ontem às 19h00 mobilizou todos, e deixou muita gente surpreso – SQN. Isso já era de se esperar, hora mais tarde isso iria vim a ser público, sendo de qualquer pessoa, de qualquer partido. Não é hoje olhando para Aécio Neves ou Michel Temer e dizer que eles que estavam roubando.. O que está acontecendo com eles não tira a culta que Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Não é possível que em todo esse tempo em que o Partido dos Trabalhadores estava na presidindo o Brasil, eles NÃO SABIA DE NADA.

Todos tem culpa eles tem sua parcela de culpa – O Brasil vive crise em cima de crises. Estamos passando por uma crise econômica, financeiro, trabalhista com mais de 14 milhões de desempregados.. Agora vem mais uma crise política envolvendo MAIS UM presidente da república e os dois maiores partidos político do pais.

Como dizia o velho bordão: OH, E AGORA QUEM PODERÁ NOS DEFENDER?

O momento não é de rir porque um foi preso ou porque o outro deixou de ser presidente. O momento é para se refletir e pensar se vale a pena continuarmos com essa política suja que não trouxe avanço nenhum, apensa ilusão. Não é momento de comemorar!

Deixe seu comentário